Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2012
ONDE FOI QUE FICOU AQUELE PEDAÇO DE MIM? UM POUCO DE MIM SE ROMPEU, FOI PERDIDO UM PEDAÇO DE MIM NAS NOITES FRIAS QUE CAMINHEI SÓ. ONDE FORA PARAR MEU ORGULHO OUTRORA TÃO VISÍVEL? EM QUE CAMINHOS EU FUI ANDAR, EM QUE ESTRADAS FUI PASSAR, SEM NINGUÉM A ME DAR AS MÃOS.
POR AÍ EU FUI, FUI POR AÍ DEVANEAR UM POUCO DE MIM. AOS POUCOS FUI PERDENDO A VONTADE DE VOLTAR PRA MIM, DE VOLTAR EM MIM, DE SER SÓ DE MIM. DE NINGUÉM SOU AGORA... AGORA SOU AQUILO QUE TEMI SER EM OUTROS CARNAVAIS.  MINHA FACE JAZ NO ESQUECIMENTO DE MIM... HOJE SOU, ALIÁS NÃO SOU MAIS AQUILO QUE QUIS SER.  HOJE QUERO O QUE ESTÁS LONGE DE MINHAS MUTILADAS MÃOS, MÃOS ESTAS DEPRAVADAS PELO MUNDO HOSTIL DE SERES HOSTIS.  SERES CEGOS POR SUA INCAPACIDADE DE NOS VER... SERES PERDIDOS EM SI, SERES QUE NÃO ME ORGULHO TE - LOS POR AQUI.

O QUE SINTO AGORA É SAUDADE...ROLA SAUDADE EM MIM, O QUE AGORA SINTO É SAUDADE. DÓI AQUI. HÁ FERIDAS AQUI.
PERIGO MEU. GRANDE A SAUDADE ALOJADA EM MIM. ALEIJADO FICO...TRISTE EM DEIXAR DISTANTE SORRISOS MEUS, OLHARES MEUS.
FELIZ EM VOLTAR EM BREVE. EM BREVE REVER, SORRISOS MEUS, OLHARES MEUS. E VER SE PARA DE DOER AQUI. 





E OLHAR LÁ FORA ME FAZ PENSAR EM COMO OS TEMPOS MUDARAM. E AO OLHAR LÁ FORA VEJO O QUE DEIXEI PRA TRÁS PERDIDO DE MIM.
NOS DIAS ATUAIS OLHO LÁ FORA E "NADA VEJO". VEJO QUE VALORIZO DEMAIS AS COISAS BANAIS QUE DEIXEI. VEJO QUE TENTO BUSCAR COISAS VÃS QUE LÁ FORA DEIXEI. TALVEZ TENHA DEIXADO PELO MEU BEM PRÓPRIO. SEI QUE INSISTO OLHAR LÁ PRA FORA E QUERER ISTO AQUI EM MIM.
COISAS QUE ESTÃO LÁ FORA DEVEM MORRER LÁ FORA...
SEI QUE DEVERIA EU PARAR DE OLHAR LÁ PRA FORA, PARA COISAS QUE DE VERDADE NEM ESTÃO LÁ.
TALVEZ SEJA FRUTO DE MINHA MEGALOMANÍACA MENTE...CRIAÇÕES QUE "CRIO", PRA ACREDITAR QUE ALGO DEIXEI PRA TRÁS.
TALVEZ SEJA A HORA DE ACORDAR E VER QUE NADA LÁ FORA PERTENCE A MIM. NADA É MEU NESSE MUNDO. DEVO PARAR DE OLHAR PRA FORA. O MUNDO DEVE PARAR DE OLHAR AS COISAS QUE ESTÃO LÁ FORA, O MUNDO DEVE OLHAR MAIS PRA DENTRO, ESQUECER LÁ FORA...


ESQUECER LÁ FORA...

                                          ESQUECER LÁ FORA...
ME PERDENDO POR AÍ...VOU ENCONTRANDO MEUS PASSOS DEIXADOS NO CHÃO.
VOU VENDO QUE VI E VIVI, E QUE ASSIM É MEU DESTINO: VIVER SOLTO, PERDIDO, UM NADA QUE SONHA SER TUDO. E ME PERDENDO POR AI EU VOU...VOU EU ME PERDENDO POR AI. SER CAMINHANTE QUE MUITAS DAS VEZES NÃO SAI DO LUGAR, TALVEZ POR TEMER O QUE PODERÁ ENCONTRAR PERDIDO ONDE NÃO FAÇO QUESTÃO DE ME ENCONTRAR. E POR AI SIGO EU, CRENDO QUE ME PERDER É A MELHOR OPÇÃO NO MOMENTO. SEM NADA SABER, SEM NADA CRER, SEM FAZER QUESTÃO DE NADA VER, DE NADA TER. ATÉ SENTIMENTOS, RECUSO SENTIR. SENTIMENTOS RECLUSOS EM MIM. 




                                           ME PERDENDO POR AI EU VOU.
NAS PALAVRAS SOLTAS, NA SOLIDÃO DAQUI. NOS DEVANEIOS DE OUTRORA.
APENAS MAIS UM NESSE MEIO...PROCURANDO DE NOVO O QUE NÃO PERDI  AQUI. SER PIEGAS DEMAIS, OCULTO DE MIM NO MOMENTO. PRIVADO DE MINHA PUERILIDADE. PRIVADO DE MIM MESMO. APENAS MAIS UM NESSE MEIO...ANDADOR DE CAMINHOS INÓSPITOS. NAS FRASES PERDIDAS DITAS SEM PESAR, E PENSAR,


 VAGO AGORA...



VAGAMENTE CREDOR DAQUILO QUE PODERÁ SER.





PEDAÇOS DE MIM SOLTOS FICARAM...PARTES INQUEBRÁVEIS DE MIM ESTÃO PELO NOSSO CHÃO.
VERDADES OCULTAS FORAM REVELADAS, UM POUCO DE MIM SE FOI.
EM VÃO VIVO AGORA, RASTEJANDO, HUMILHANDO UM POUCO DE NÓS.
E PENSAR QUE OUTRORA ESTIVE MELHOR!
JOGADO, AFOGADO, EM MIM AFOGADO, SEM SABER PRA ONDE DEVO CORRER E SE DEVO CORRER.
CHANCES PERDIDAS...
PALAVRAS SOLITÁRIAS SOLTAS NA CHUVA FRIA DE FORA DAQUI.
COMPLETAMENTE PERDIDO AQUI DENTRO...LÁ FORA A CHUVA CAI.
ESPERANÇAS DE DIAS MELHORES, SER MAIS EU, MENOS O OUTRO SER.




                   O OUTRO SER SOU EU NO MOMENTO...SOU O OUTRO SER.
ABANDONADO POR MIM ESTOU...ENTREGUE DE ALMA E ALMA AS MAZELAS DAQUI. DESTRUÍDO POR OLHOS SAGAZES.
ABANDONADO POR MIM ESTOU NO MOMENTO ATUAL...SENTINDO A INÉRCIA DE MIM. ABANDONADO POR MIM FUI ESTAR...E NEM SEI VOLTAR. TEMEDOR AGORA SOU...TEMEDOR DO MUNDO VIU QUE FUI VIVER. COMPLETAMENTE ABANDONADO POR MIM ESTOU...SEM OLHAR PARA MIM EU FUI PARA ONDE ESTOU...NEM SEI ONDE ESTOU. TALVEZ, QUEM SABE, EU NEM ESTEJA.             




ABANDONADO POR MIM ESTOU.
NESSAS NOITES PERDIDAS, VAGAMENTE SOLTO POR AÍ. NAS VERDADES OCULTAS POR MIM. SOLIDÃO ACAMPADA AQUI.
NAS PERDIDAS E SOLITÁRIAS NOITES...
NOS DEVANEIOS INSENSÍVEIS DE UM MUNDO...NOITES PERDIDAS!
TRISTEZA SEM FIM...


VIVER NO MUNDO DAS NOITES VAZIAS...SIMPLES CONTISTA DE MIM.


SER VÁRIO, ÁS VEZES POR DEMAIS PUERIL.


ETERNAMENTE ILUDIDO COM A FACE ESCURA DA NOITE.
SEM COMPROMISSOS COM  FLORES E VALORES.
MEGALOMANÍACO DEMAIS!!!


NO PASSATEMPO DA NOITE...PERDIDO ETERNAMENTE EM MIM.
VAGAMENTE DESNECESSÁRIO EU SOU.
INIMIGO ÍNTIMO DE MIM.




DEPENDENTE DEMAIS DAS SOMBRAS FÚNEBRES DA ESCURIDÃO DESSAS NOITES.




"E PENSAR QUE CAMINHÁVAMOS POR AÍ, DEU EM DEU. DE BAR EM BAR, LOUCOS PRA ENCONTRARMOS NOSSA RAZÃO.
E PENSAR QUE MUITAS VEZES FOMOS TACHADOS DE LOUCOS, IMAGINANDO UM MUNDO MELHOR, MUNDO ESSE ALÉM DE NÓS.
E PENSAR QUE VOCÊ NÃO EXISTIA, QUE VOCÊ ERA UM FANTASMA QUE VAGAVA DE VEZ EM VEZ EM MEUS DEVASSOS PENSAMENTOS.
E PENSAR QUE EU SOU VOCÊ NO MOMENTO ATUAL, QUE EU SOMOS NÓS.
NÓS QUE TALVEZ SEJA UMA GRANDE LOUCURA NOSSA.
E PENSAR QUE A PAZ REINA NESSE CASTELO QUE OUSAMOS CONSTRUIR COM NOSSAS LIMITADAS MÃOS.
E PENSAR QUE ANDAREMOS MUITO AINDA POR ESSES CAMINHOS LÚGUBRES, ESSES INÓSPITOS VALES, E PENSAR QUE PLANTARÃO PEDRAS PRA NÓS.
E PENSAR QUE ESSA ESCURIDÃO PODERÁ CESSAR SE PERDERMOS NOSSOS MEDOS, NOSSAS CISMAS, E NAVEGARMOS NESSE RIO QUE TENTA NOS LEVAR.
E PENSAR QUE NÓS SOMOS DONOS DE NOSSO DESTINO, RESPONSÁVEIS POR NOSSO FRACASSO E APRENDIZES DE SOBREVIVENTES.
"E ANDO POR AÍ MEIO QUE CAMUFLADO, MEIO QUE ME ESCONDENDO DESSA NOSSA REALIDADE, MEIO QUE "FUGIDO" DAQUILO QUE NOS PREJUDICA.
 ESSE MUNDO QUE ME AFASTO, ETERNO ASSUSTADOR DE ALMAS VIVAS.
 ESSE MUNDO IRREAL, CRIADO POR NÓS.
 NÓS, SERES CRUÉIS CONOSCO MESMOS.
 MUNDO VASTO, INDIGNO DE VIVERMOS NELE, POIS NÃO PERTENCEMOS Á ELE NA VERDADE, SABEMOS DISSO, MAS SOMOS HIPÓCRITAS DEMAIS, E DAÍ...HIPÓCRITAS SOMOS!!!
MUDAREMOS UM DIA...NA VERDADE TOMARA QUE NÃO...HUMANOS SOMOS NÓS.
HUMANOS SOMOS!!!